Negócios: Como fica a saúde das empresas durante a quarentena do Coronavírus?

Fechados Notícias E Artigos Contábeis Em Santos | Portal Contabilidade - PORTAL CONTABILIDADE

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Redes de franquias tomam medidas para driblar os efeitos econômicos da pandemia. No Brasil, já foram registrados mais de 30.425 casos de Coronavírus até o momento. Entre as medidas anunciadas pelo Governo Federal para conter os avanços da doença, estão o investimento de 147 bilhões de reais na economia. Contudo, serão necessárias ações conjuntas, entre governo e empresas, para amenizar os danos econômicos e populacionais.

Conheça cinco redes que mudaram suas rotinas e formas de trabalho por conta da pandemia. 

Ceofood 

O aplicativo de delivery Ceofood, que opera no modelo de franquia e  não cobra nenhuma taxa em cima dos pedidos feitos por seus usuários, irá disponibilizar sua plataforma para que lojistas de todo o país se cadastrem para oferecerem seus produtos e serviços isentos de qualquer mensalidade até o fim da pandemia do novo Coronavírus. A ação tem como objetivo ajudar as pessoas a terem acesso aos produtos e serviços que necessitam, sem que tenham que sair de casa e também contribuir para minimizar o impacto negativo no faturamento dos lojistas durante esse período. Os interessados devem se cadastrar no site do aplicativo e aguardarem o contato de um franqueado da rede. Regiões em que não são atendidas pelo Ceofood passarão por avaliação da demanda de serviço. Após o período de pandemia, lojistas que desejarem continuar cadastrados, pagarão um valor mensal fixo de R$99, para lanchonetes, food-trucks e pequenos estabelecimentos, e de R$149 para restaurantes.

Emagrecentro  

A Emagrecentro é uma rede de clínicas especializadas em emagrecimento e estética no Brasil e no EUA, a Emagrecentro é uma franquia com mais de 170 unidades em operação. A marca oferece tratamentos a preço populares para emagrecimento rápido, queima de gordura localizada, celulite e flacidez. Além de serviços como luz pulsada, secagem de microvasinhos e limpeza de pele e já atendeu mais de dois milhões de pessoas. Fundada em 1987 e com atuação no franchising desde 1994, a Emagrecentro é comandada pelo médico Edson Ramuth. Devido a recomendação do Ministério da Saúde para evitar a propagação do COVID-19, o negócio que atua no setor de serviços e conta com a presença de clientes, buscou seguir as recomendações do Ministério para evitar a aglomeração de pessoas. Para tanto, Todas as unidades disponibilizam mascaras e álcool em gel para os pacientes . As clínicas adotaram regras mais rígidas de higienização dos equipamentos e materiais.

Mil e Uma Sapatilhas 

Criada em 2015, a Mil e Uma Sapatilhas nasceu como objetivo de atender a classe emergente com produtos de preço único. Com foco no público feminino, a rede também possui produtos para as crianças com calçados que partem de numeração 23. Cada par de calçado está à venda por R$ 60. A marca possui mais de 150 unidades espalhadas pelo Brasil e uma localizada na Colômbia. Devido a recomendação do Ministério da Saúde para evitar a propagação do COVID-19, o negócio que necessita da circulação das pessoas em grandes centros para comercializar os calçados, encontrou na plataforma de comunicação, whatsapp, uma forma de vender online. Serão enviadas fotos dos produtos e as entregas serão realizadas na casa do cliente, uma medida para evitar aglomerações e proporcionar ao cliente uma alternativa segura.

Sigbol 

A Sigbol é uma franquia que oferece cursos especializados em moda. A rede concentra 30 unidades no estado de São Paulo e em Goiânia, Goiás. A franquia foi a primeira a oferecer esse tipo de curso no país, com início em 1984. A estreia no franchising ocorreu em 2011. Nos 50 anos de atuação, a Sigbol já formou mais de 130 mil alunos. Os cursos variam de aprendizados básicos em corte e costura a cursos de criação e design, como moda pet, moda praia, e desenho técnico. Devido a recomendação do Ministério da Saúde para evitar a propagação do COVID-19, o negócio que necessita da presença dos alunos para ministrar as aulas, buscou seguir as recomendações do Ministério para evitar a aglomeração de pessoas. Para tanto, estipulou o número máximo de 8 alunos por turma. Como o ensino é individualizado, as aulas podem ser remanejadas para cada aluno da melhor forma. A escola também adotou regras mais rígidas de higienização dos equipamentos e materiais, e também das salas de aula. Além do fornecimento de álcool em gel para os alunos e funcionários para diminuir a propagação do vírus no ambiente.

Top English 

Fundada em 1997, a Top English foi primeira escola de “inglês delivery”, metodologia  na qual o professor vai até residência ou local de trabalho do aluno e se adapta seus horários e cotidiano. Em 2011, a empresa entrou para o franchising ehoje, entre o Brasil, Japão e Estados Unidos, a rede possui mais de 40 unidades. Embora as aulas da Top English sejam personalizadas — e com menos riscos de contágio, já que não são realizadas em aglomerações —  desde o aumento de casos do novo coronavírus, a marca fez algumas alterações em sua rotina de trabalho, como focar preferencialmente em aulas on-line, e nos casos que forem solicitada a presença do professor, esses devem levar álcool em gel e  lecionar a pelo menos um metro de distância do aluno.

Fonte: Jornal Contábil

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Escritura - PORTAL CONTABILIDADE

Saiba como tirar a escritura do imóvel online

A escritura de imóveis é uma declaração pública que oficializa a transferência do bem, ou seja, é um documento fundamental para assegura a compra de sua casa, apartamento ou terreno. O cartório de notas é o responsável por emitir e

Cont - PORTAL CONTABILIDADE

Receita Federal amplia prazo de dispensa de autenticação documental

A Instrução Normativa RFB nº 2.032/2021 ampliou, até 31 de dezembro de 2021, a dispensa da necessidade de apresentar documentos originais ou cópias autenticadas para solicitar serviços ou prestar esclarecimentos para o atendimento à distância da Receita Federal. A flexibilização das regras

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
O Microempreendedor Individual (MEI) deve entregar uma vez por ano…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Open chat