Pronampe concede crédito a 517 mil empresas

Pronampe Notícias E Artigos Contábeis Em Santos | Portal Contabilidade - PORTAL CONTABILIDADE

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Mais de 500 mil empresas foram beneficiadas pelo Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). O programa, coordenado pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME), inovou ao dar suporte de garantias para as pequenas empresas conseguirem de fato pegar empréstimos no sistema financeiro durante a pandemia da COVID-19. Ao todo, nas três fases do Pronampe, foram liberados mais de R$ 37,5 bilhões pelo Fundo Garantidor de Operações (FGO), com recursos do Tesouro Nacional.

Há poucos dias um esforço concentrado da Sepec e das instituições financeiras possibilitou a liberação de mais R$ 4,9 bilhões em crédito para 43 mil empresas na terceira fase do Pronampe, um ticket médio de R$ 114 mil por operação.  O presidente da República, Jair Bolsonaro, editou a Medida Provisória nº 1.020 que abriu crédito extraordinário no valor de R$ 10,1 bilhões e possibilitou a realização de mais uma fase do programa.

Pronampe

O Senado Federal aprovou o Projeto de Lei (PL) 5.029, que possibilitou a terceira fase do Pronampe, no dia 18 de novembro de 2020. O PL seguiu para apreciação da Câmara dos Deputados, mas só foi aprovado no dia 22 de dezembro sendo remetido para sanção da Presidência da República. Os técnicos da Sepec e os agentes financeiros se desdobraram para fazer com que os recursos chegassem ao maior número possível de empresas até o último dia útil do ano, prazo limite para as operações com esse dinheiro.

Os micro e pequenos empresários de São Paulo foram os que mais se beneficiaram com programa, foram realizados mais de 114 mil operações de crédito no estado e liberados R$ 9 bilhões em empréstimos. Em seguida estão os estados de Minas Gerais, com mais de 64,5 mil operações de crédito e R$ 4,8 bilhões em liberação; e o Rio Grande do Sul, que recebeu mais de R$ 3,5 bilhões em mais de 65,3 mil operações de crédito.

A linha de crédito tem garantia de 100% de cada operação até o limite de 85% da carteira. A taxa de juros anual máxima é igual à Selic, acrescida de 1,25% sobre o valor concedido, com prazo de 36 meses para o pagamento e carência de 8 meses. O valor liberado corresponde a até 30% da receita bruta anual da empresa, calculada com base no exercício de 2019. O envio de cartas da Receita Federal informando e confirmando o faturamento das empresas foi outra novidade do Pronampe, o que resolveu um dos grandes gargalos no acesso ao crédito pelas micro e pequenas empresas que era a assimetria de informações.

Sistema Nacional de Garantias

Segundo a subsecretária de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas, Empreendedorismo e Artesanato do Ministério da Economia, Antônia Tallarida, a grande inovação do Pronampe foi atuar por meio de garantias, que foi um diferencial para facilitar o acesso das empresas ao crédito.  Ela também destacou a necessidade de pensar e colocar em prática medidas estruturantes de longo prazo para trazer mais competitividade e produtividade ao setor.

“Vamos continuar melhorando o acesso ao crédito, necessário para o aumento da produtividade, além de melhorar a concessão de garantias, por meio da regulamentação, Sistema Nacional de Garantias, afirmou a subsecretária. “Nós também estamos criando o sistema de defesa do empreendedor, cuja ideia é defender o empreendedor na relação de hipossuficiência que ele tem quando está lidando com o Estado”, ressaltou Antônia Tallarida.

O Sistema Nacional de Garantias deve incentivar a competição bancária. Ele permitirá que pequenas empresas consigam garantias para tomar crédito, e, de posse dessas garantias possam negociar melhor com seu banco e com outros bancos. “Assim alcançarão crédito com custos mais baixos, com menos burocracias e exigências”, explicou Tallarida.

Fonte: Ministério da Economia

 

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Banco Central Economia 0413202008 - PORTAL CONTABILIDADE

BC discute segurança e transação offline do real digital

O Banco Central (BC) promoveu mais uma rodada de debates sobre a criação de uma moeda digital oficialmente brasileira, que, a exemplo da moeda em papel, é certificada pela autoridade monetária do país: o real digital. No encontro desta quinta-feira

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
“A eficácia do programa de imunização da população brasileira está…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Open chat