Aposentadoria: Veja quais as regras para trabalhadores autônomos

Ps Notícias E Artigos Contábeis Em Santos | Portal Contabilidade - PORTAL CONTABILIDADE

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

A aposentadoria, como a maioria dos brasileiros deve saber, nada mais é do que o afastamento remunerado do trabalhador após não ter a mesma disposição e saúde para continuar com a sua vida laboral, o que todo mundo sabe é que para ter direito a aposentadoria, basta cumprir alguns requisitos, entre eles, ter tempo de contribuição e idade mínima, o que gera muitas dúvidas no brasileiro é: autônomos conseguem se aposentar?

Quais são os requisitos básicos? O que devo fazer? Qual é o valor que devo contribuir?

Vamos lá, hoje vamos explicar como trabalhadores autônomos podem se aposentar, as explicações a seguir são todas de acordo com a nova reforma da previdência.

Quais as regras para autônomo?

O trabalhador que trabalha por conta própria, que não tem carteira assinada, podem contribuir para o INSS como contribuinte individual. Não é muito diferente para o autônomo, para ele ter direito a aposentadoria, basta ter uma idade mínima e também um tempo mínimo de contribuição

Em regra geral, qual é o tempo mínimo de contribuição?

Por tempo de contribuição, o autônomo adquire direto à aposentadoria com 35 anos de contribuição se homem e 25 anos de contribuição, para mulheres

Para se aposentar por idade qual é o tempo mínimo de contribuição para autônomo?

Idade mínima para homens: 65 anos de idade

Idade mínima para mulheres: 62 anos de idade

Tempo de contribuição para homens: 20 anos

Tempo de contribuição para mulheres: 15 anos

Qual é o valor da contribuição e o cálculo do benefício?

Primeiro passo é o autônomo se inscrever na Previdência Social como “Contribuinte Individual” fazer o cadastro no INSS para obter o NIT (numero de identificação do trabalhador), para o autônomo que já teve sua carteira assinada ele não precisara fazer um novo cadastro. Em seguida, você deve fazer o pagamento da Guia da Previdência Social, há dois tipos de contribuição:

Plano normal: Que recolhe 20% do seu rendimento mensal, somando todos os rendimentos (se tiver mais de um).

Plano simplificado: Que será recolhido 11% do salário mínimo vigente no caso (R$114,95 em 2020), o beneficio será no valor de um salário mínimo.

Remuneração abaixo do salário minimo

Caso a contribuição for menor que o valor do salário mínimo, é preciso complementar a contribuição até atingir a alíquota referente ao piso. Se não fizer isto, você não entrará no cálculo da aposentadoria

Contribuição para membro de família de baixa renda

Poderá contribuir com 5% do salário mínimo quem é membro de família de baixa renda, lembrando que, quem contribui com 5% do salário mínimo não pode pedir aposentadoria por tempo de contribuição e nem usar este tempo para outros regimes da previdência.

Fonte: Jornal Contábil

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Banco Central Economia 0413202008 - PORTAL CONTABILIDADE

BC discute segurança e transação offline do real digital

O Banco Central (BC) promoveu mais uma rodada de debates sobre a criação de uma moeda digital oficialmente brasileira, que, a exemplo da moeda em papel, é certificada pela autoridade monetária do país: o real digital. No encontro desta quinta-feira

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
O “novo normal” já está entre nós e a tecnologia…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Open chat